DISCOGRAFIA > SHOW

MÚSICAS

 

1. Meu Mundo Caiu

(Maysa)

2. Mensagem

(Cícero Nunes/Aldo Cabral)

3. Chuvas de Verão

(Fernando Lobo) 

4. Não Me Culpes

(Dolores Duran)

5. Caminhemos

(Herivelto Martins)

6. As Praias Desertas

(Tom Jobim)

7. João Valentão

(Dorival Caymmi)

8. Na Batucada da Vida 
(Ary Barroso/Luiz Peixoto)

9. Linda Flor

(H Vogeler/M Porto/L Peixoto/C Costa)

10. Segredo 
(Marino Pinto/Herivelto Martins)

11. Canção de Amor 
(Elano de Paula/Chocolate)

12. Último Desejo

(Noel Rosa)

13. Adeus Batucada

(Synval Silva)

 

MÚSICOS


Kiko Moura violão ( aço ) 
Swami Jr violão de 7 cordas, baixo 
Dante Ozzetti violão ( nylon ) 
Caito Marcondes percussão 
Dimos Goudaroulis violoncelo 
Fábio Tagliaferri viola 
Marta Ozzetti flautas 
Jota Gê Alves clarinete 
Toninho Ferragutti acordeon 
Ulisses Rocha violões 

 

 

FICHA TÉCNICA


Produzido por Ná Ozzetti, Dante Ozzetti

e Renato Leite 
Arranjos Dante Ozzetti, 
*exceto as canções “Linda Flor”e “Segredos”, arranjadas por Ulisses Rocha 
Pesquisa e definição de repertório Ná Ozzetti, Renato Leite e Ricardo Taciolli 
Direção Musical  e Dante Ozzetti
Gravado no ESTÚDIO ANONIMATO

em fevereiro de 2001 por Carlos Aru 
Assistente André “Kabelo” Sangiacomo 
Edições CARBONOS STUDIOS por Beto Carezzato 
Mixado no MOSH STUDIOS em março de 2001

por Luiz Paulo Serafim 
Assistente Yuri Kalil 
Pesquisa de repertório “A Canção no Tempo - 85 Anos de Músicas Brasileiras” de Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello 
Acervos Discográficos Som Livre, Roberta Valente, José Otávio Scharlach e Nelson Ibañes 
Direção de arte Marciso (Pena) Carvalho 
Projeto gráfico Cristina Cruz 
Fotos Marcos Hermes 
Figurino Caio da Rocha 
Make-Up Luiz Martins

 

Produtor Fonográfico SOM LIVRE 

Direção Artística Hélio Costa Manso 

 

SHOW

 

A idéia de interpretar sambas-canções das décadas de 40 e 50 foi proposta pelo diretor artístico da Som Livre, Hélio Costa Manso, na primeira reunião, após a premiação (melhor intérprete) do Festival da Música Brasileira - Rede Globo de Televisão, e muito bem aceita por Ná.

 

A partir de então, Ná ouviu mais de 200 gravações originais, fornecidas pela Som Livre, selecionadas por Renato Leite e Ricardo Tacioli, além das pesquisadas por ela através de amigos colecionadores de discos. Como todos sabem, essas décadas foram de grande riqueza na produção musical brasileira, do conteúdo das canções às interpretações e orquestrações, grande parte escritas por Radamés Gnatalli ou Pixinguinha, entre outros grandes músicos.

 

Para o CD "SHOW", Ná pensou na estrutura de um conjunto regional formado por violões (um deles de 7 cordas), percussão e cobertura usando violoncelo, viola e flauta, basicamente os mesmos instrumentos (e músicos) com os quais trabalhou no CD anterior, "Estopim".

 

Dante Ozzetti escreveu as linhas para o violão de aço (no CD tocado por Kiko Moura), como instrumento estrutural dos arranjos.


A segunda fase foi criar um diálogo com o violão de 7 cordas, tocado por Swami Jr.
A partir dos violões, Dante escreveu as partes do violoncelo (Dimos Goudaroulis), viola (Fábio Tagliaferri) e flauta (Marta Ozzetti).

 

A criação e execução da percussão são de Caíto Marcondes. O CD contou ainda com dois convidados: O clarinetista Jota Gê Alves fez solo na canção "Na Batucada da Vida" e Toninho Ferragutti, acordeon em "Mensagem"e "Canção de Amor".

 

O violonista Ulisses Rocha, que havia tocado com Ná e Fábio Tagliaferri a canção "Show"no Festival, produziu duas faixas. Em "Linda Flor" criou um arranjo para violão e voz, e em "Segredo", um arranjo ritmado, usando dois violões, tocados por ele, contando com a participação de Swami Jr (baixo) e Caíto (percussão).

 

As gravações aconteceram no Estúdio Anonimato, em São Paulo, em fevereiro de 2001 e o CD foi mixado por Luiz Paulo Serafim, no Mosh Studios - SP. O projeto gráfico foi desenvolvido por Pena e Cristina Cruz, do departamento de arte da Som Livre.

 

O fotógrafo Marcos Hermes fez o ensaio fotográfico para a capa. Ná usou figurino do estilista Caio da Rocha e foi maquiada por Luiz Martins.

 

Os primeiros shows para o lançamento deste CD foram realizados no teatro do Sesc Pompéia nos dias 7, 8 e 9 de setembro/2001. Caíto Marcondes (percussão), Dante Ozzetti, Kiko Moura (violões), Swami Jr. (violão 7 cordas, baixo), Fábio Tagliaferri (viola de arco) e Marta Ozzetti (flautas) integraram a banda. O show foi concebido e dirigido por Ná, a luz assinada por Joyce Drummond e o figurino pelo estilista Caio da Rocha.

 

SHOW

 

The idea of interpreting sambas-canção from the '40s and '50s was proposed by the art director of Som Livre, Helio Costa Manso. It was right after winning the award of best singer of the Festival da Música Brasileira - a TV Globo Festival, and the idea was very well accepted by Ná.

 

From that on, Ná listened to more then 200 original tracks supplied by Som Livre, all selected by Renato Leite and Ricardo Taciolli, besides the ones  researched by Ná through the contact with some record collectors friends. As all know, these decades had been very rich in Brazilian musical production, from the content of the songs to the interpretations and  orquestrations, great part written by Radamés Gnatalli, Guerra Peixe or Pixinguinha,  among others great musicians.

 

For the album SHOW, Ná thought on a structure of a regional team formed by acoustic guitars (one of them 7 cords acoustic guitar), percussion and a cover using violoncello, viola and flute, basically the same instruments and musicians that she worked with in the latest album ESTOPIM.

 

Dante Ozzetti, wrote the lines for the steel guitar (witch in the CD was played by Kiko Moura) as the structure of the music arrangement. The second step was create a dialog with the 7 cords acoustic guitar played by Swami Jr.

 

From the acoustics guitars Dante composed the parts of the violoncello (Dimos Goudaroulis), viola (Fábio Tagliaferri) and flute (Marta Ozzetti).

 

The creation and execution of the percussion are from Caito Marcondes. The CD, counted with two guests: the clarinetist Jota Gê Alves that played a solo on "Batucada da Vida" and Toninho Ferragutti, accordion player that participated on "Mensagem" and "Canção de Amor".

 

The guittarist, Ulisses Rocha, that once played with Ná and Fabio Tagliaferri the song SHOW for the Festival, produced two tracks. In "Linda Flor", he created an arrangement for the acoustic guitar and voice and in" Segredo" an rhythmic arrangement using two guitars played by himself, counting with the participation of Swamy Jr. (bass) and Caito (percussion).  

 

The Songs were record in the Anonimato Studio, in São Paulo, in February of 2001 and the CD was mixed by Luiz Paulo Serafim at the Mosh studio – SP. The graphic project was developed by Pena and Cristina Cruz at the Som Livre art department.

 

The photographer Marcos Hermes did the test shooting for the cover of the Album. Ná was dressed by the stylist Caio da Rocha and the makeup was made by the makeup artist, Luiz Martins.

 

The first concert for the launching of this CD had been carried through in the Sesc Pompéia – São Paulo, and realized, in September 7, 8 and 9 of 2001. Caito Marcondes (percussion), Dante Ozzetti and Kiko Moura (guitars), Swami Jr. (7 cords acoustic guitar and Bass), Fabio Tagliaferri (viola) and Marta Ozzetti (flute) were the musicians of the band. The concert was conceived and directed by Ná, the lights were signed by Joyce Drummond and the fashion plate was by the stylist Caio da Rocha.

 

 

 

FOTOS

IMPRENSA

© 2015 Ná Ozzetti. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por 

Correio Brasiliense 2001